sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

SPEED WHALE

SPEED WHALE
O ano era 1993. A banda speed whale nasceu da ideia dos amigos Eduardo e Daniel de montarem uma banda de rock alternativo, que mais tarde amadureceria e contaria com a participação de Dimitri que na época tocava na banda Innerfobia; em seguida seria a vez de Marcelo Andrei que na época tocava com piggy no Thousands of Flowers de se juntar ao grupo. MAs ainda faltava uma ajuda no vocal. Pois a ideia de vocais susurrados e etéreos não saia das nossas cabeças, e cada vez mais a formula MBV se fazia presente no som do SW. Foi quando Marcelo nos apresentou sua amiga Elysandra, que entraria pra banda mais tarde completando o quinteto speed whale. Essa formação possibilitou a gravação de duas demos: " SEVEN " > destaque para as músicas : whale skin, stone e when I look at you " RUMBLE-FISH VÍRGULA MALUCO EXCLAMAÇÃO" > destaque para as músicas : Iowa, saturno e chungabunga Ambas demos tiveram distribuição pelo selo carioca Midsummer Madness de Rodrigo Lariu. Mais tarde mudanças na formação dariam a luz a uma nova cara para a banda. Trazia ex Innerfobia, Wagner Petrilli no baixo e o notório e estranho personagem Jossman Duarte na bateria, fortalecendo a cozinha da banda. Com a saida de Elysandra, Eduardo assume os vocais dando uma nova faceta para a banda. Surf Music, riffs anirvanados, microfonias e ainda barulhentos deram luz a: " LISERGIC VIBRATIONS OF ULTRA SEVEN" > destaque para as músicas Here comes the blizzard, tonic song, slipside ride, surfboard e blind as bat. Speed whale foi uma banda que sofreu muito com a mudança constante de integrantes e a busca por uma identidade própria durante sua carreira e as longas pausas entre as trocas dos mesmos. Há um lado positivo tb. A diversividade de músicos ajudou o SW a explorar novos campos e estilos. Nos últimos anos a banda ocilava entre concursos para radio, shows, festivais e até mesmo a oportunidade de participar da coletanea TRAIDÔ - RATOS DE PORÃO, um spin diferente na nossa carreira mas que nos trouxe algum reconhecimento naquele período. Músicas como Alpha Radio, Emerald Dawn, I never liked you, Waitting for a better time e Snake pit acabaram ficando no limbo. Nessa época a banda estava se tornando um power trio: (Eduardo, Plinio Romero e Wagner) após a saida de Daniel que era um dos membros fundadores. A banda encerrou suas atividades no final do ano de 1997. O trio se reuniu uma última vez pra gravar um ensaio ao vivo em meados de 1998. A banda SW deixa um misto de saudade e esquecimento. Uma época que passou despercebido pra muitos e siginficou algo pra uma minoria. Foi uma época esquisita aquela. Logo estaria zarpando para uma longa viagem e a porcaria da internet demorou pra chegar e teria ajudado pacas... encerro aqui pois estou me sentindo meio nostalgico. É isso

Musicas

Um comentário:

André Carvalho disse...

boa tarde! sou André, e nem acredito que estou lendo sobre a Speed Whale em pleno 2017, o que é bom demais. Ouvi e curti muuuuito!!!!!! a demoLISERGIC VIBRATIONS OF ULTRA SEVEN. Que periodo maravilhoso para o cenario underground...muitas bandas, k7 demo, zines, shows. Agradeço muito ter vivido essa época e ainda hoje ler sobre Speed Whale. Som muito foda!!!!!!

Postar um comentário

 
;